Widget Image
Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vul esse molestie consequat vel illum veridolore eu fer feugiat eorum claritatem nulla...
Hirtenstraße 19, 10178 Berlin, Germany +49 30 24041420
support@select-themes.com
Links
Follow Us

Afinal, quem são os millenials?

Saiba que você convive com eles diariamente e que são seus consumidores de hoje e dos próximos anos. Nascidos entre o início da década de 1980 e meados da década de 1990, têm hoje entre 20-35 anos e são os principais responsáveis pelas mudanças na publicidade e no consumo.

São consumidores globais, conectados, gostam de experiências – preste atenção a esta parte, por favor – são multicanais (online e offline) e não se importam de pagar mais caro por um produto se ele estiver alinhado aos seus valores.

Como diz Lidianne Hupfer, “eles buscam aperfeiçoamento pessoal acima de tudo e as marcas precisam oferecer insumos para este aperfeiçoamento. Para isto, é preciso buscar e identificar pontos de contato com os Millennials”. Acho que impactar este consumidor com conteúdo faz algum sentido, não?

E calma, antes de vender qualquer coisa, você vai ter que convencê-lo (com conteúdo) de que tem algo interessante e alinhado aos valores dele.

Alguns números dos Millenials brasileiros:

  • Representam hoje 30% da população;
  • Em 2025, serão 75% da força de trabalho economicamente ativa;
  • 75% acreditam que Educação é prioridade máxima;
  • 36% querem começar o próprio negócio;
  • 61% são otimistas com o futuro.

Esta geração ama tecnologia e está conectada nos smartphones todos os dias. Consomem muito conteúdo digital. Então, não seria interessante pensar em uma estratégia digital para impactar esse consumidor? Lembre-se, eles são multicanais. Então, apenas privilegiar um único canal de distribuição de conteúdo (por exemplo, o livro físico) pode significar abrir mão de um ganho importante em outro canal, como o digital.

Por exemplo, publicar um youtuber – que já tem uma base consolidada – em uma plataforma analógica (livro físico) e fazer pouco ou nenhum esforço para vender conteúdo neste universo digital (que já é conhecido, familiar e diário) não me parece interessante.

Por que não criar uma estratégia para atingir digitalmente a audiência (atenção!!!) já digital deste autor?

Focar somente no livro físico é desperdiçar uma comunidade digital engajada e fidelizada com o autor e seu conteúdo.

Uma outra característica de consumo muito forte dos Millenials é privilegiarem o uso à posse. Ou seja, modelos de subscription e serviços, como o Uber e o Netflix tem a preferência deste consumidor. Isto é algo geracional, diferente dos baby boomers, que tinham como mindset o ter, a posse.

Você como produtor ou editor de conteúdo, tem hoje uma estratégia para ter seus autores em plataformas assim? Seu conteúdo está disponibilizado nestas plataformas? Você tem uma estratégia para atingir, engajar e fidelizar esta audiência?

Não estou falando de usar o próprio autor como divulgador do seu livro físico em seus próprios canais digitais; ou mesmo dos trabalhos de social media que as editoras fazem. É mais do que isso, é pensar uma estratégia de empacotamento deste conteúdo endereçado ao formato, tamanho, hábito e plataforma onde este consumidor está. Hoje no Brasil nós já temos pelo menos 10 plataformas / marketplaces que operam neste modelo.

Estes consumidores são o presente. Estes consumidores já são hoje as pessoas que movimentam uma parte considerável da economia. Você tem uma estratégia para maximizar a oferta de conteúdo para esta audiência?

Assisti uma palestra do professor Litto (presidente da Associação Brasileira de Ensino a Distância) na Bienal semana passada, que resume bem este pensamento e que dá um final “pra pensar” sobre o que eu escrevi aqui: “um modelo de mercado baseado em escassez (produto físico) em uma sociedade de compartilhamento (produtos e serviços digitais) está falido”.

E aí, você tem uma estratégia pros Millenials?

Post a Comment

Name

E-mail Address

Website